quinta-feira, 13 de agosto de 2009

LIII - O Pescador e o Peixinho

Volenti nil impossibile
Querer é poder

LIII - O Pescador e o Peixinho


Aconteceu que um Pescador, depois de pescar por todo o dia, pegou apenas um peixinho. "Ora senhor Pescador, deixe-me ir," disse o Peixe. “... agora eu sou muito, muito pequeno para ser sua alimentação. Se você me recolocasse no rio, eu crescerei logo e então, você poderá fazer uma lauta refeição comigo".

“Não, não meu pequeno Peixe," disse o Pescador, “... eu o tenho agora e posso não pescá-lo mais".


Moral:


"Uma pequena coisa na mão vale mais que a perspectiva de uma grande coisa".

2 comentários:

beatriz disse...

Nesta poderíamos aplicar:"Mais vale um passáro na mão do que dois voando".

vade mecum disse...

Bem posto dna. Beatriz... Repares que o menos ensinado é a pena ou a comiseração com o mais fraco, sob pena de ficar-se sem nada. Bela reflexão.